Untitled-1

DOIS problemas com backup em UMA semana. Dois últimos textos perdidos. Ó vida cruel!

Blah.

Não é a primeira vez, e antes fosse a segunda, mas santa estupidez! Quão problemáticos  os backups podem ser?

No começo da semana fui entrar no site, esse blog cheiroso no qual escrevo, e me deparei com alguns posts faltando. Eis que, investigando um pouco mais, percebi que todos os posts feitos depois do penúltimo backup foram perdidos.

Claro que não faço a menor ideia de como diabos isso foi acontecer, mas por alguns motivos absolutamente satânicos esse penúltimo backup (feito no início de janeiro/2017) foi restaurado ao site. “Não temas, Keven Fongaro!” pensei eu quando me lembrei que tinha um backup do dia 08/02/2017 guardado no computador.

Fui lá eu, tranquilo, recuperar meu backup mais recente e corrigir o que quer que houvesse acontecido ao blog, e PLAU. Dios mio. O último backup estava idêntico ao penúltimo.

E é isso aí. Por mais que eu passe meu tempo tentando recuperar o backup novo, só aparece no site os posts salvo da penúltima vez. Pelo que me lembro, perdi dois textos que havia postado aqui, “O Vinho Dos Trols” e “Os Reis no Jardim da Senhorita Vivian”.

Agora, a perda desses dois textos me é muito, muito, mas muito sofrida. Passei os últimos meses estudando e refletindo sobre estrutura narrativa e tudo o mais sobre como contar histórias da melhor forma possível, de modo que entre um texto e outro existe uma diferença gritante. Isto é, não só eu considerava esses dois textos perdidos muito melhores que os textos que continuam no site, mas ao perdê-los também perdi o registro; não tem mais como, em algum momento do futuro, eu lê-los pra poder perceber o quanto minhas capacidades mudaram.

10

Ah, mas não é só isso, ah, antes fosse! Também tive que formatar o computador três vezes nos último três dias. Ó, dor, foram dois dias tristíssimos. Por vários momentos pareceu que eu havia perdido tudo o que estava no computador, e como uso o mesmo HD desde meados de 2011, a perda seria absurdamente grande.

O ponto é: hoje consegui resolver o problema do computador sem perder nenhum arquivo, então tô finalmente respirando aliviado quanto a isso. Mas os dois textos do blog se foram, escafederam-se para sempre. Uma grande perda, inestimável; para mim, um luto, na verdade. Ô, vida.

Meu mais novo método para lidar com esses backups malditos:

  1. Fazer a cópia.
  2. Checar se a cópia foi feita com sucesso.
  3. Checar se o novo backup não é idêntico a algum antigo. [Novo™]
  4. Fazer cópia das cópias em vários dispositivos diferentes.
  5. Fazer upload em algum site, no momento uso Dropbox pra isso.
Untitled-1

Mais uma vez fui apunhalado nas costas por um backup

Certa feita fui copiar do celular pro computador uma série de arquivos que não poderia perder de jeito nenhum e acabei perdendo todos eles porque o cartão de memória se corrompeu enquanto o backup acontecia. Assim, aprendi uma importante lição: além de fazer a maldita cópia de segurança, vulgo backup, sempre manter mais de uma e em mais de um lugar.

Esse mês aprendi que isso não é o suficiente.

business-cat-meme-generator-we-didn-t-have-a-system-backup-you-gotta-be-kitten-me-7e09b9

Seguinte, passei o começo desse ano e parte do ano passado escrevendo textos-reservas pra esse blog. Na minha missão de publicar pelo menos um texto a cada sete dias, tentei deixar alguns textos já escritos pro caso de em alguma semana não conseguir produzir nada.

Quando terminei de me mudar pra Niterói e finalmente pude voltar com o blog, fui lá eu subir o backup pro servidor, e pra minha surpresa os posts que eu havia escrito não estavam lá. Fiz vários testes, tentei subir as outras cópias do backup que mantinha noutros lugares, e nada.

Percebe? Não é que os arquivos backupeados estavam corrompidos, é que eles estavam incompletos. O sistema que fazia a cópia de segurança só copiou metade de tudo, e eu não percebi. O backup estava lá, mas pela metade.

Resultado: perdi uns trinta textos. Trinta. Tê erre í ene tê á. 30.

Fiquei bem triste, tipo assim, tristão.

E estressadão, também.

De qualquer forma, agora esse é meu método de lidar com backups (fica a dica):

  1. Fazer a cópia.
  2. Checar se a cópia foi feita com sucesso. [Novo™]
  3. Fazer cópia das cópias em vários dispositivos diferentes.
  4. Fazer upload em algum site, no momento uso Dropbox pra isso.